ACCS 2014. 1 – Educação

Posted on Updated on

A seguir informações sobre os projetos aprovados de ACCS para 2014.1 na área de Educação:

Anatomia: Uma Visão Comparada Voltada Às Escolas De Ensino Fundamental E Médio De Salvador-BA

Escola de Medicina Veterinária e Zootecnia – Marcia Maria Magalhaes Dantas de Faria

ACCS MEV454 – Anatomia: uma visão comparada voltada às escolas de ensino Fundamental e Médio de Salvador, é uma atividade de extensão desenvolvida no Setor de Anatomia Veterinária da Escola de Medicina Veterinária e Zootecnia da Universidade Federal da Bahia, voltada para as escolas públicas e privadas da cidade de Salvador e Região metropolitana e tem a proposta de levar o estudante do ensino Fundamental e Médio ao estudo dos sistemas orgânicos contribuindo com a qualidade da educação das escolas, melhoria do ensino de graduação, incentivo à pesquisa e extensão, e desenvolver e apurar práticas pedagógicas para os currículos dos cursos de graduação, apurando as técnicas de comunicação que  auxiliem na formação acadêmica, promover a interação didática entre a universidade e a comunidade e despertar nos estudantes o raciocínio e o senso de observação. Durante as aulas interativas, dinâmicas, utilizam-se recursos didáticos como peças anatômicas dos animais domésticos de diversas espécies e pôsteres da fisiologia humana e animal. Os alunos de diversas séries, idades, níveis socioeconômicos e culturais aprendem de forma comparada a fisiologia humana e animal, com uma linguagem adequada a cada faixa etária, facilitando a compreensão e aumentando o interesse pela biologia e o funcionamento dos sistemas orgânicos. As atividades são acompanhadas por  universitários de diversas áreas. Como resultado deste trabalho, a ACCS contribuiu para  melhoria do ensino fundamental e médio, enriquecendo o currículo acadêmico com um trabalho de extensão pondo em ação os conteúdos adquiridos nas disciplinas curriculares de cada curso e consequentemente, influenciou na formação profissional de todos.

Educação Popular Em Áreas De Reforma Agrária: Os Desafios Da Educação Do Campo

Nair Casagrande – Faculdade de Educação

Desenvolvimento de experiências educativas frente aos desafios da Educação do Campo, na perspectiva de interação entre comunidade, escola, movimento social e universidade, em áreas de Reforma Agrária. O objetivo geral é desenvolver oficinas de capacitação técnica, política e pedagógica de formação com os educandos, educadores e as comunidades das áreas de assentamentos de reforma agrária.

Pesquisa e Práxis Pedagógica No Ensino Fundamental

Anatalia Dejane Silva de Oliveira – Instituto de Ciências Ambientais Desenvolvimento Sustentável/Campus Barreiras

Este projeto propõe o desenvolvimento de atividades de pesquisa no Ensino Fundamental articuladas com o ensino na graduação a partir de um movimento produzido pelo processo de investigação na escola pública sob a perspectiva do materialismo histórico-dialético. A partir dos dados levantados acerca do plano de carreira e profissão docente, das condições de trabalho e o bem-estar docente e, também, da práxis pedagógica nos anos finais do Ensino Fundamental, eleger-se-á uma temática específica que será trabalhada de maneira sistemática e aprofundada, contextualiza às questões de sua historicidades, políticas e práticas sociais. Participarão do projeto de ACCS 20 estudantes de 4 cursos de licenciatura do ICADS/UFBA e profissionais da Educação Básica de 10 escolas públicas, a saber: dois professores e a coordenação pedagógica de cada escola. A proposta deste ACCS é estudar situações problemáticas específicas e diferenciadas a cada semestre. Assim estaremos trabalhando a realidade da escola pública a partir de questões das práticas sociais ali desenvolvidas, envolvendo os processos de enfrentamento vividos pelos profissionais na realidade do trabalho pedagógico. Estaremos articulando os estudos teóricos trabalhados no âmbito acadêmico-científico com os dados das pesquisas realizadas, cuja finalidade será o fortalecimento da indissociabilidade entre as funções essenciais  da Universidade que é o ensino, a pesquisa e a extensão. Esperamos que os resultados produzidos possam ser divulgados e amplamente discutidos nas escolas envolvidas pelo coletivo de seus profissionais, assim como, sistematizar essas experiências em artigos que possam ser publicados para amplo conhecimento.

Programa Social De Educação, Vocação E Divulgação Científica “Ciência, Arte & Magia”

Rejane Maria Lira da Silva – Instituto de Biologia

O Programa Social de Educação,Vocação e Divulgação Científica na Bahia,trata da implantação de uma Rede Social entre a Universidade e Escolas públicas parceiras, associando Graduação,  Pós-graduação, Extensão universitária, pesquisa e produção de conhecimento na área da Educação Científica. Vinculará um conjunto de ações na área de Ensino de Ciências, Formação de Professores e Divulgação Científica, de caráter orgânico-institucional, com clareza de diretrizes e voltados a um objetivo comum: a cultura científica. Levará em consideração: Escola, Educador, Educando, Educação e Conhecimento. Realizaremos atividades de Experimentação, Produção de Vídeos, Visitas a Meseus e participação em Eventos Científicos. Atualizaremos o site http://www.cienciaartemagia.ufba.br e publicaremos o Jornal On-line Pergaminho Científico (http://pergaminho-cientifico.blogspot.com). Poderemos demonstrar que a democratização da Ciência favorece transformações significativas, vencendo o desafio de uma Educação Integral.

Produção Do Conhecimento e Relações Ensinar/Aprender Em Comunidade

Teresinha Froes Burnham – Faculdade de Educação

A disciplina EDC H36 PRODUÇÃO DO CONHECIMENTO E RELAÇÕES ENSINAR/APRENDER EM COMUNIDADE, é vinculada ao Projeto SIATEX 6226 “Memória, Cultura, Arte e Educação na Comunidade do Alto das Pombas”, oriundo do Programa PROEXT 2013 – “A arte/cultura de (com)viver em (com)unidade: educação em equidade sociocognitiva e etnicorracial”. Tem como ementa: “Ensinar/aprender no espaço escolar e em espaços multirreferenciais de aprendizagem; saberes/práticas comunitárias voltadas para o desenvolvimento de processos de construção do conhecimento e de relações ensinar/aprender com base em experiências concretas e situações-limite (quando for o caso); compartilhamento de referenciais entre estudantes/professores da universidade e membros da comunidade que exercem papéis semelhantes de aprendizes/mestres; tecnologias sociais desenvolvidas pelas comunidades para as referidas relações e (re)construção/(re)invenção de outras tecnologias significativas para a sustentabilidade  e a manutenção dinâmica e (re)criativa  de suas culturas. Seu objetivo principal é complementar a oferta curricular de cursos de formação de professores/pesquisadores, através de experiências concretas de intercâmbio com comunidades, de modo a: 1)permitir um conhecimento mais aprofundado de processos de construção do conhecimento e de relações ensinar/aprender que concretamente são alí desenvolvidas, visando sustentabilidade e manutenção dinâmica e (re)criativa de suas culturas; 2) oportunizar aos estudantes a condição de aprendizes/mestres, na medida em que compartilhem com membros/organizações dessas comunidades referenciais significativos para contribuir com a (re)construção de tais processos e relações; 3) (re)construir/(re)inventar, colaborativamente com esses membros/ organizações, a partir das experiências compartilhadas, tecnologias sociais apropriadas para a consolidação das relações ensinar/aprender que a comunidade considere pertinentes.

 

 

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s